5 de junho | 2017

Evento: Debate sobre Diversidade e Desigualdade no Brasil e nos EUA com bolsistas Fulbright

Em comemoração aos 60 anos da Comissão Fulbright, os bolsistas da Cátedra Dra. Ruth Cardoso na Universidade Columbia, farão uma série de debates sobre os temas abordados na oportunidade nos Estados Unidos.

O segundo da série acontecerá no dia 22 de Junho, às 18:30h, no Centro Dra. Ruth Cardoso, Rua Pamplona, 1005, Jardim Paulista, em São Paulo e tem entrada gratuita. No evento, os ex-bolsistas Hebe Maria Costa Mattos Gomes Castro e Marcelo Siqueira Ridenti falarão sobre Diversidade e Desigualdade no Brasil  nos EUA e serão mediados pelo ex-ministro da Educação Roberto Janine Ribeiro. O debate é aberto para interessados nos temas dos bolsistas e também para estudiosos que queiram se candidatar à Cátedra e entender melhor a rotina de um bolsista da Fulbright nos Estados Unidos.  As Inscrições são gratuitas e devem ser feitas online: http://bit.ly/2rn6Ip0

Financiada em conjunto com a CAPES-MEC e a FAPESP. A Cátedra busca promover no meio acadêmico norte-americano a atuação de pesquisadores brasileiros nas Ciências Humanas e Sociais e, em especial, honrar a memória da Prof.a Dra. Ruth Corrêa Leite Cardoso, ela mesma ex-bolsista da Comissão Fulbright na Universidade Columbia em 1988.

 


Sobre os palestrantes:

 


Hebe Maria Costa Mattos Gomes Castro (Memory of Slavery and Race: Brazilian Self-Narratives in Historical Perspective) – 2013

A pesquisadora possui graduação (1980), mestrado (1985) e doutorado (1993) em História pela Universidade Federal Fluminense, com Pós-Doutorado na University of Maryland at College Park (1997) , na UNICAMP (2001) e na Sorbonne – Paris IV (2008). Foi Professora na Universidade Federal de Pernambuco (CNPq, 2013), na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (2004) e na University of Michigan (1996). Atualmente é professora titular da Universidade Federal Fluminense, onde é coordenadora associada do Laboratório de História Oral e Imagem. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: escravidão, abolição, memória, vídeo-história e história oral.
A Historiadora esteve na Universidade de Columbia, agraciada com a Cátedra Dra. Ruth Cardoso, entre 2013 e 2014 concluindo o seu projeto de pesquisa sobre a construção da escravidão e da raça no Brasil através da análise de narrativas pessoais selecionadas. E desenvolveu uma abordagem comparativa, Brasil – Estados Unidos, do tema da escravidão e da história pública.

Marcelo Siqueira Ridenti (The Cultural Cold War in the Internationalization of Brazilian Artists and Intellectuals.) – 2014

Professor Titular de Sociologia no IFCH/UNICAMP (2005), onde defendeu tese de livre-docência (1999). Pós-doutorado na EHESS, Paris (2000 e 2010). Doutor em Sociologia (USP, 1989), graduado em Ciências Sociais (USP, 1982) e em Direito (USP, 1983). Ingressou na UNICAMP em 1998, foi docente da UNESP/Araraquara (1990-1998), e da UEL (1983-1990). Tem experiência nas áreas de Sociologia e História, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura/ arte e política/ esquerda brasileira/ intelectuais/ pensamento marxista/ ditadura militar no Brasil/ anos 1950, 1960 e 1970. Autor de vários livros, capítulos de livros e artigos no Brasil e no exterior, entre eles, Brasilidade revolucionária – um século de cultura e política (Ed. Unesp, 2010), Em busca do povo brasileiro: artistas da revolução, do CPC à era da tv (Ed. UNESP, 2a. ed. revista e ampliada, 2014), O fantasma da revolução brasileira (Ed. UNESP, 2a. ed. revista e ampliada, 2010). Foi Secretário Executivo da ANPOCS (2004-2008). Integrou órgãos de avaliação no CNPq (2010-2013) e na FAPESP (2006-2012). Orientou 29 mestrados e 15 doutorados concluídos, mais 5 supervisões de pós-doutorado. Seus ex-orientandos são docentes e pesquisadores na USP, UNESP, UNICAMP, Unifesp, UFPR, UFG, UFMT, UFES, UFFS, UEL, Unioeste, SESC-SP, entre outras instituições.