31 de agosto | 2016

Relato sobre a Cátedra de Estudos Brasileiros em UMass: Marco Aurelio Maximo Prado

“Vi divulgação da Cátedra de Estudos Brasileiros na minha Universidade e me interessei por dois motivos: pelo período curto com experiência variada como dar cursos, participar de pesquisa e orientar estudantes e também por a experiência ser no Center for Latin American, Caribbean and Latino Studies da Umass, onde há um aprofundamento dos estudos de gênero e político.

 

>>>  Quais os requisitos para participar da Cátedra em Estudos Brasileiros em Umass

 

A região do Pionner Valley é uma região de fortes estudos de gênero e transgêneros o que foi uma boa parte da minha pesquisa lá. O mais interessante da experiência foi a diversidade e profundidade das atividades acadêmicas. Dei aula, orientei alunos, fiz conferências e fiz pesquisa de campo em diferentes Colleges com assistentes de pesquisa da Umass.

 

Dei um curso sobre gênero e política LGBT no Brasil, tive dois assistentes de pesquisa para realização do trabalho de campo sobre Transgender Demands in the Women’s Colleges, realizei quatro conferências em diferentes centros e departamentos.  A UMass é uma universidade importante de grande impacto e com ótimos recursos. Apenas o frio é bastante rigoroso.

 

 

A experiência permitiu não só aprofundar meu trabalho como também desenvolver pesquisa comparativa com o Brasil. Além disso, trabalhar como professor na Umass foi bastante importante. Ser Fulbrighter é uma honra bastante respeitosa para o meu trabalho de pesquisa.”